Atlas para a sustentabilidade da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê

Em 2015 o Instituto lançou a publicação Atlas Hidrográfico do Alto Tietê,  com textos e mapas temáticos para que crianças e professores possam compreender os problemas que a água enfrenta nesta complexa bacia hidrográfica, e assim promover mobilizações em prol da melhoria da qualidade das águas e da sua gestão em nossa região.

Essa publicação Atlas para a Sustentabilidade Ambiental na Bacia Hidrográfica do Alto Tietê – Uma aventura pelos seus recursos naturais, traz o retrato da situação das águas na Bacia Hidrográfica mais complexa e adensada do nosso País, sendo coordenada e organizada por Mônica Pilz Borba.

Hoje, a temática da água é central no debate socioambiental no planeta e no Brasil; seu principal problema é a gestão dos recursos hídricos. No Brasil, a Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH), de 1997, faz com que a gestão das águas tenha um modelo muito interessante, com devido espaço à dimensão social e política e possibilidade de participação da sociedade civil em seus diversos segmentos neste processo.

Esta publicação tem como princípio revelar o conhecimento mais específico desta Bacia para as escolas de Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio dos 36 municípios que a compõem, visando ampliar o conhecimento local, além de propor uma série de atividades que possam aprofundar ainda mais a difusão do conhecimento da história e geografia locais, associadas ao desenvolvimento e à ocupação do uso e solo.

Mas quem se aventurar a conhecer esta Bacia precisará adquirir alguns conhecimentos básicos na mochila, principalmente sobre a disponibilidade e uso da água no planeta, quais são as regiões hidrográficas brasileiras e bacias do estado de São Paulo e Alto Tietê, sistemas de tratamento da água e esgoto, como cuidar desse recurso, além de se inteirar sobre como acontece o modelo de gestão participativa.

O Atlas tem uma série de mapas e textos de apoio da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê – bem como de suas Sub-bacias-limite: Cabeceiras, Billings-Tamanduateí, Juqueri, Cantareira e Cotia, Guarapiranga e Pinheiros-Pirapora – e apresenta as seguintes temáticas: para onde correm as águas, como se formam nossos reservatórios, que mananciais nos abastecem, sistemas de captação e transposição das águas entre bacias, enquadramento dos corpos d’água, tratamento da água e esgoto, vegetação, Unidades de Conservação e gestão dos resíduos sólidos.

Acompanha esta publicação um Caderno de Atividades para professores do Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio, com uma série de sugestões sobre como promover este tema nas escolas, revelando a realidade local e como ampliar o envolvimento do coletivo nas questões socioambientais que enfrentamos em nossa comunidade.

Principais parceiros: FEHIDRO – Fundo Estadual de Recursos Hídricos, PROCAM – Programa de Ciências Ambientais da Universidade de São Paulo (USP) e Editora Evoluir Cultural.

 

Para acessar a publicação: Atlas_para_a_Sustentabilidade_da_Bacia_Hidrografica_do_Alto_Tiete (1)-compressed

Caderno de Atividades Educativas_Atlas_versão_final_190515




Rua Catão, 1173 – Lapa – São Paulo/SP | CEP:05049-000

55 11 3871-1944

comunicacao@5elementos.org.br

Copyright © 2019 5 Elementos - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio